Hipertrofia e dieta, como deve ser?

By | sexta-feira, julho 31, 2015 Comentar
Saiba como aliar hipertrofia e dieta para atingir os resultados desejados.

A hipertrofia muscular é o crescimento e expansão dos músculos, o que leva a um corpo mais forte, resistente e definido, sendo o objetivo de muitos praticantes de musculação ainda que os mesmos não possuam pretensões para o fisiculturismo. Para obter a hipertrofia, entretanto, somente a atividade física não é o bastante, já que a alimentação conta muito para atingir os resultados. Assim, saiba como deve ser a relação hipertrofia e dieta para que os resultados apareçam.


Aumento da ingestão de calorias

Quem deseja emagrecer deve consumir menos calorias do que gasta, mas quem visa à hipertrofia deve ingerir uma quantidade maior de calorias para que se possa construir a massa magra, ou seja, os músculos.
A quantidade de calorias a ser ingerida deve ser calculada utilizando a taxa de calorias gastas graças ao metabolismo, a qual deve ser extrapolada em cerca de 500 a 800 kcal.
Essa ingestão de calorias, entretanto, deve ser feita de modo saudável e planejado já que de nada adianta tentar unir hipertrofia e dieta com uma alimentação rica em gorduras ruins, por exemplo.

Aumento da ingestão de proteínas

As proteínas são os principais componentes das fibras musculares, por isso quem deseja atingir a hipertrofia precisa aumentar a sua quantidade diária de proteínas, o que pode ser feito pela dieta e também pela suplementação.
O ideal é que sejam consumidos 2g de proteína por cada quilo que você possuir. Assim, uma pessoa com 65kg precisa ingerir 130g de proteínas por dia, enquanto uma pessoa de 90kg precisa de 180g.

Inclusão de carboidratos e gordura

Para uma dieta para hipertrofia também é importante incluir gorduras e carboidratos de forma saudável. O recomendado é que seja ingerido 1g de gordura por cada kg e os carboidratos devem completar a dieta até atingir o nível calórico pretendido.

Suplementos

Utilizar suplementos alimentares também é importante para unir hipertrofia e dieta, já que é especialmente útil em relação a pós e pré-treino. Por isso, pesquise os melhores suplementos que estejam de acordo com seus objetivos, como os de proteínas ou de aminoácidos, sempre seguindo recomendações de profissionais da saúde.

O pós-treino

É importante que sua dieta para hipertrofia contemple uma refeição especial após o encerramento do treino, pois assim os resultados serão melhores.
Dessa forma, o pós-treino deve incluir cerca de 20 a 30% da quantidade de proteínas que você deve ingerir em um dia e cerca de 40 a 50% da quantidade de carboidratos.


Procurando um profissional

Para montar uma dieta para hipertrofia, entretanto, é indispensável procurar um profissional para que seja possível definir objetivos e, portanto, a dieta para aumento da massa magra.
Fazer a dieta por conta própria não é apenas perigoso para a saúde como também pode levar ao efeito reverso em que se perde massa magra devido ao consumo insuficiente de calorias em relação ao gasto calórico promovido pelo metabolismo.

Assim, hipertrofia e dieta estão intimamente ligadas, já que a hipertrofia só é possível se a dieta adequada for aliada à prática correta de exercícios. O ideal, entretanto, é sempre procurar um profissional para montar a dieta correta para os objetivos pretendidos.

0 comments :

Postar um comentário